Sérgio Conceição assume favoritismo do FC Porto na conquista do troféu

O FC Porto estreia-se na competição frente ao Young Boys no Estádio do Dragão.

O treinador Sérgio Conceição assumiu o favoritismo do FC Porto na Liga Europa de futebol e espera materializá-lo em vitórias, desde logo na receção aos suíços do Young Boys, da primeira jornada do Grupo G.

"Os objetivos do FC Porto são sempre ganhar todas as competições em que entra e esta não foge à regra. A 'Champions' seria mais difícil, mas temos um passado de conquistas e é preciso começar bem", referiu o técnico, na conferência de antevisão ao duelo de quinta-feira, no Estádio do Dragão.

Sérgio Conceição considera que os vice-campeões nacionais são superiores ao bicampeão suíço, mas alertou para a necessidade de comprovar essa diferença no relvado, recusando qualquer falta de motivação do plantel para disputar a segunda competição europeia de clubes, que os 'dragões' conquistaram em 2010/11.

"Pelo historial, somos das equipas com mais presenças na Liga dos Campeões. Esta não era a competição em que queríamos estar, mas teoricamente somos mais fortes e temos de justificar o historial do FC Porto nas competições europeias. Os jogos ganham-se lá dentro e, hoje em dia, são todos extremamente difíceis", reconheceu.

O treinador dos 'azuis e brancos' abordou a altercação com o extremo japonês Shoya Nakajima após o final da partida em Portimão, no domingo, da quinta ronda da I Liga, que os 'dragões' venceram por 3-2 em cima do apito final, salientando que "há características que têm de estar diariamente presentes" no clube.

"São conversas nossas. Vocês sabem da minha exigência e entrega por este clube. Acho que não basta ter contrato com o FC Porto. É preciso senti-lo, seja o Nakajima, o Sérgio Conceição ou os tratadores de relva. Errar, todos erram, mas há características que têm de estar diariamente presentes, como a ambição, a determinação e o espírito de sacrifício", estabeleceu.

Na mesma conferência de imprensa marcou presença o médio Matheus Uribe, que também vincou a responsabilidade de o FC Porto assumir o favoritismo, independentemente do adversário ou da competição em causa.

"Temos essa responsabilidade. Pelo plantel, pelo emblema que defendemos, temos de enfrentar essa pressão. Estamos conscientes do adversário que vamos enfrentar, uma equipa muito rápida e vertical, mas tudo passa pelo que vamos fazer. Estamos no nosso estádio e temos de nos impor", acautelou o internacional colombiano.

Os 'dragões' estão na fase de grupos da Liga Europa nove anos depois da última presença, que acabou por resultar na conquista do troféu, porque foram afastados pelos russos do Krasnodar (1-0 fora e 2-3 em casa) na terceira pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões.

O FC Porto e o Young Boys, que nunca se cruzaram nas competições europeias, defrontam-se no Estádio do Dragão, no Porto, a partir das 20:00 de quinta-feira, em jogo que terá arbitragem do letão Andris Treimanis.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de