Sérgio Conceição e o empate em Vila do Conde: "É frustrante, é cruel"

O treinador do FC Porto não escondeu a frustração no final do empate (2-2) frente ao Rio Ave, após ter estado a vencer por com dois golos de vantagem.

"É frustrante, é cruel", começou por dizer Sérgio Conceição na conferência de imprensa após o final do empate (2-2) com o Rio Ave.

Questionado sobre o descontentamento dos adeptos, que assobiaram a equipa no final do jogo, o técnico azul e branco assumiu a responsabilidade pelo resultado negativo.

"Que me assobiem a mim. Se não fizer um bom trabalho, sou julgado pelos resultados e vou-me embora no final da época. É isto. Sou eu o líder da equipa, sou eu que meto os jogadores a jogar, sou eu que os treino. Aconteça algo negativo é o treinador que paga, eu assumo essa responsabilidade. Agarro nas minhas malas e vou-me embora, não há problema absolutamente nenhum", atirou.

Ainda sobre a forma como o FC Porto deixou-se empatar, Sérgio Conceição não conseguiu explicar os lances que deram os golos ao Rio Ave.

"Oferecemos o golo. Isto não existe no futebol. O primeiro golo é inexplicável e no segundo golo vocês viram", rematou.

Com este resultado, o FC Porto assume a liderança provisória da Liga com um ponto de vantagem sobre o Benfica, que joga no domingo frente ao Sporting de Braga, no Minho.

LEIA MAIS:

- FC Porto perde pontos em Vila do Conde e na luta pelo título

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados