Sérgio Conceição espera dificuldades frente ao Vitória mas só pensa nos três pontos

Treinador do FC Porto acredita que a mudança de treinador dos vimaranenses poderá trazer algo de novo, mas garantiu que a equipa portista está preparada para o duelo.

O treinador do FC Porto disse esta quarta-feira esperar dificuldades no encontro com o Vitória de Guimarães, a contar para a 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, mas lembrou a importância de vencer.

Sérgio Conceição acredita que a mudança de treinador dos vimaranenses poderá trazer algo de novo, mas garantiu que a equipa portista está preparada para o duelo.

"É verdade que os jogadores continuam os mesmos, mas houve essa mudança de treinador e, desde há duas jornadas, com um novo treinador, um novo modelo de jogo, sempre com individualidades interessantes dentro da equipa do Vitória. É sempre um jogo historicamente difícil, é mais um jogo importante, com o seu peso, que queremos ganhar", anteviu o técnico, em conferência de imprensa.

Questionado sobre se espera encontrar um Vitória de Guimarães mais aberto à procura de pontos, o treinador azul e branco lembrou os objetivos que cada equipa espera alcançar à medida que a prova vai caminhando para o final.

"À medida que vamos caminhando para o final, é normal que cada equipa tenha os seus objetivos. Claro que o Vitória se quer aproximar [do quinto lugar], até pelo resultado de ontem [terça-feira] do Paços [de Ferreira, que perdeu com o Farense]. Não nos diz respeito. Vamos encontrar um Vitória de dinâmica interessante, neste novo modelo que muitos treinadores estão a adotar. Tem uma dinâmica interessante e com qualidade, sobretudo a nível individual", disse.

O treinador disse que os seus jogadores vão ter de "estar atentos a nível de ocupação de espaços", pois os vimaranenses "exploram bem o espaço interior, aceleram bem no espaço com bola".

"Vamos ter um jogo difícil, que, volto a repetir, estará ao nosso alcance. Pelas características dos jogadores, será um jogo onde o Vitória vai querer atacar. Não é por quererem chegar ao quinto lugar que será um jogo mais ou menos aberto", afirmou.

A saída de João Henriques do comando técnico da equipa de Guimarães também foi abordada pelo treinador.

"Quando as coisas não correm bem, há um elemento que paga sempre. Um, que é o treinador, e a equipa técnica. Isto de falarmos de projetos... é tudo uma tanga. Não existe. Dois ou três resultados negativos e as pessoas deixam de ter paciência. Isto é o que vemos no futebol já há muitos anos. Na vida, os resultados são importantes. Pode haver períodos cíclicos menos bons, mas há que ter paciência. Quem está de fora, os adeptos, a imprensa... É normal que cedam a essa pressão. Quantos treinadores portugueses de qualidade estão sem trabalhar neste momento? Já nem falo dos estrangeiros. Não é por falta de qualidade. Desejo ao João Henriques e a todos os que estão sem trabalho que tenham esses projetos onde possam, com mais tempo, mostrar a sua qualidade", salientou ainda.

Sérgio Conceição revelou também que Zaidu e Otávio "dificilmente" estarão disponíveis para o jogo.

"O Zaidu vai ser muito difícil estar disponível assim como o Otávio. Ainda temos algumas horas e vamos ver a evolução dos dois", referiu.

O técnico dos dragões abordou ainda as declarações de Fernando Santos, que abriu a porta da seleção nacional a Otávio.

"Em relação às escolhas do Fernando Santos, cabe-lhe decidir. Ficamos contentes quando os jogadores são reconhecidos e chamados à seleção. O Otávio é português, pode ser chamado à seleção e ficaremos muito felizes se isso acontecer", frisou ainda.

O FC Porto, segundo classificado do campeonato, com 63 pontos, recebe, esta quinta-feira, às 21h00 horas, o Vitória de Guimarães, no sexto lugar, com 38, numa partida da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de