"Seria uma deceção ir a Portugal e Jesus não me pagar um café ou uma sapateira"

Marcos Braz e Bruno Spindel terão uma reunião marcada com Paulo Sousa, mas há mais nomes portugueses em cima da mesa.

Dois dirigentes do Flamengo viajam esta sexta-feira para Portugal com pelo menos um objetivo, e um outro que parece ser opcional: arranjar um treinador e tomar um café ou uma sapateira com Jorge Jesus.

As palavras são de Marcos Braz, que viaja acompanhado por Bruno Spindel, à imprensa brasileira: "Para mim seria uma deceção ir a Portugal, mesmo com o tempo curto, e ele não me pagar um café ou uma sapateira, independentemente de qualquer situação."

O dirigente do Flamengo admite que o clube quer encontrar em Portugal uma solução para liderar a equipa brasileira e a Globo avança que na agenda dos responsáveis estão reuniões com Paulo Sousa, atual selecionador da Polónia.

Em cima da mesa do clube do Rio de Janeiro estão também os nomes de Paulo Fonseca, Carlos Carvalhal e ainda Jorge Jesus.

"Há situações de técnicos que estão com contrato e situações de técnicos que têm de tomar uma decisão não desportiva, mas uma decisão de vida, de sair da Europa", adianta Marcos Braz, que adianta que há treinadores que querem liderar o Flamengo, "mas se ele estivesse em Lisboa ou no Porto, e isso não é possível, está no Rio de Janeiro".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de