Luís Castro não foi passear a Madrid. Shakhtar surpreende e vence Real

Formação orientada por Luís Castro surpreendeu "merengues" na capital espanhola. Veja os golos.

O Real Madrid foi surpreendido pelo Shakhtar Donestk na estreia de ambas as equipas na fase de grupos da Liga dos Campeões. Os ucranianos orientados pelo português Luís Castro foram a Madrid derrotar a equipa mais titulada da prova por 2-3.

No estádio Alfredo Di Stéfano, o primeiro golo do jogo surgiu aos 29 minutos por intermédio do brasileiro Tête. O jogador de 20 anos concluiu com êxito um lance onde a passividade da defesa do Real Madrid foi clara.

Num ápice, os ucranianos chegaram ao segundo golo na partida. Tetê voltou a fazer o que quis da defesa merengue e rematou para Courtois sacudir para a frente. Na recarga, Dentinho tentou rematar para o fundo da baliza, mas o último toque foi de Varane, que fez o autogolo.

Aos 42 minutos, Salomon viu Tetê a desmarcar-se e deu-lhe a bola. O brasileiro, com um toque açucarado de calcanhar, devolveu a bola ao israelita que só precisou de rematar para o fundo da baliza do Real Madrid. Ao intervalo, vivia-se um escândalo em Madrid.

Para a segunda parte, a equipa de Zinedine Zidane entrou com outra postura e o Shakhtar desconcentrou-se. Aos 54 minutos, Luka Modric ganhou espaço à entrada da área e atirou uma bomba para a baliza ucraniana, reduzindo a desvantagem.

Cinco minutos depois, o brasileiro Vinicius só precisou de 14 segundos em campo para aproveitar o espaço concedido pela defesa da formação de Luís Castro e apontou o segundo golo do Real Madrid, relançando a partida.

Até ao final da partida, o Real Madrid pressionou o adversário, criando vários lances de muito perigo junto à baliza ucraniana. Vinícius entrou bem na partida e foi o elemento que tentou dar a volta ao encontro.

No entanto, com muita presença no meio campo do Shakhtar, a equipa de Zidane expôs-se defensivamente e o contra-ataque foi a arma da formação de Luís Castro.

Nos descontos, o Real Madrid conseguiu chegar ao 3-3, mas o golo foi anulado pelo VAR por posição irregular de Vinicius. Pela primeira vez, os ucranianos venceram os campeões espanhóis.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de