Siga aqui a emissão especial em direto a caminho da Rússia

O decisivo Portugal-Suíça joga-se a partir das 19h45. Siga a emissão especial em direto na TSF, com Jorge Costa, Nuno Gomes, Rúben Amorim, Álvaro Magalhães, Hélio Loureiro e Jorge Silvério.

Portugal e Suíça disputam esta terça-feira (19h45), na Luz, o primeiro lugar do Grupo B. Só a vitória interessa aos campeões europeus. O empate empurra a equipa lusa para o play-off de apuramento.

Onze de Portugal: Rui Patrício; Cédric, Pepe, José Fonte, Eliseu; William, Moutinho, João Mário, Bernardo Silva; Ronaldo e André Silva.

Há um ano, precisamente a 10 de outubro, a revista Panenka publicava uma fotografia da Taça de Campeão Europeu com cravos vermelhos lá dentro e o título "A segunda revolução portuguesa".

A festa da conquista do Europeu já lá vai. A Suíça venceu todos os nove jogos do grupo de apuramento (23 golos marcados e cinco sofridos), enquanto Portugal ganhou oito (30 golos marcados e quatro sofridos).

No primeiro jogo, há mais de um ano, no dia 6 de setembro, no St. Jakob Park, em Basileia, a Suíça ganhou por 2-0. Golos de Embolo e Mehmedi. Cristiano Ronaldo não jogou nessa partida. Éder foi titular, Nani o capitão.

Bruno Fernandes e Neto de fora

Cristiano Ronaldo, com 15 golos, é o segundo melhor marcador da fase de apuramento para o Mundial da Rússia, no próximo ano.

O selecionador português, Fernando Santos, da lista inicial de 25 jogadores, e tendo de a reduzir para 23, acabou por deixar de fora Bruno Fernandes e Luís Neto.

Por outro lado, Bruno Alves e Renato Sanches, que tinham falhado o jogo com Andorra, regressam às escolhas de Fernando Santos.

As casas de apostas consideram Portugal favorito: odd à volta de 1.5, enquanto a vitória dos suíços vale cinco.

Se as coisas correrem mal esta noite, no Estádio da Luz, e Portugal tiver de jogar o play-off, o sorteio será na próxima terça-feira, em Zurique.

Os comentadores TSF do Portugal-Suíça

Jorge Costa - 45 anos

- Deixou de jogar em 2006, há 11 anos. Hoje é treinador.

- 50 vezes internacional, marcou dois golos pela seleção. Jogou um Mundial, em 2002.

- Estreou-se nos sub-20, fez lá seis jogos. Mais cinco pelos sub-21.

- Jogou 14 jogos de qualificação para Mundiais: nove vitórias, quatro empates e uma derrota (1994, 1998 e 2002).

- Em 1994, Portugal ficou atrás da Suíça. Os suíços foram segundos num grupo que tinha a Itália, que venceu o grupo. Era a Suíça de Chapuisat, Alin Sutter ou Ciriaco Sforza. E Portugal tinha Figo, Rui Costa e Paulo Sousa, com 19, 20 e 21 anos, respetivamente. Jorge Costa tinha 20 anos também, mas era uma defesa com João Pinto, com 30, e Veloso, com 35. Silvino tinha 33. Depois, André tinha 34 e Rui Águas 31.

Nuno Gomes - 41 anos

- Deixou de jogar em 2013, há quatro anos.

- Foi 79 vezes internacional, marcou 29 golos.

- Esteve em dois Mundiais: 2002 (dois jogos - zero golos) e 2006 (dois jogos - um golo).

- Quanto a qualificações, fez 15 jogos, marcou oito golos. Ganhou 12 jogos, empatou dois e perdeu um. A primeira qualificação que jogou foi para o de 1998.

- No apuramento para o Mundial de 2002 marcou quatro golos a Andorra.

Rúben Amorim - 32 anos

- Pendurou as botas na época passada.

- Fez 14 jogos com a camisola da seleção nacional. Não marcou qualquer golo. Conseguiu sete vitórias, cinco empates e duas vitórias.

- Esteve nos Campeonatos do Mundo de 2010 e 2014. Fez um jogo em cada um deles. Empatou um, com a Costa do Marfim, e ganhou o outro, 2-1, contra o Gana.

- Participou na fase de qualificação para 2014, na qual jogou em quatro partidas.

Álvaro Magalhães - 56 anos

- Treinou o Gil Vicente na época passada. Já venceu uma Liga Angolana, a II Liga e a II Divisão. Foi adjunto de Trapatonni, no Benfica, tendo sido campeão com o italiano.

- Fez 20 jogos pela seleção. Esteve num Mundial, no México, em 1986.

- Em termos de qualificações, fez um jogo para 1986 e um outro para 1990.

Hélio Loureiro

- Chef de cozinha com mais de 30 anos de carreira.

- Foi durante três anos chef de cozinha do Futebol Clube do Porto e depois disso foi convidado para a Seleção Portuguesa. Foi em 1996.

- Criou a seleção de cozinheiros (que hoje integram os vários escalões).

- Em 2003, foi eleito Chefe do Ano pela Academia Gastronómica Portuguesa.

Jorge Silvério

- Foi o primeiro mestre em Portugal em Psicologia do Desporto e é também doutorado em Psicologia do Desporto pela Universidade do Minho

- Em 2005/2006 trabalhou com a equipa do Penafiel.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados