Silas garante que só uma "catástrofe" afastaria Bruno Fernandes do dérbi

O médio leonino tem sido associado ao Manchester United. Silas assume ainda que o dérbi com o Benfica tem um ambiente especial.

O treinador do Sporting, Jorge Silas, disse esta quinta-feira que Bruno Fernandes vai estar no dérbi frente ao Benfica e garante que o capitão leonino está focado no jogo da 17.ª jornada da I Liga de futebol.

"O Bruno vai estar e não acredito que já não esteja. Só se houver uma catástrofe é que não estará. Treinou muito bem, é um jogador extraordinário, o mais valioso da liga, e vale mais do que se fala, porque além de atacar também se mata a defender. É o melhor jogador em Portugal e é normal que muita gente o queira", elogiou o treinador leonino.

Sobre a alegada venda do médio ao Manchester United, Silas admitiu que não haverá um substituto à altura do internacional português caso ele saia de Alvalade.

"Para encontrar um substituto para ele precisamos de três: um que marque golos, um que ataque e organize como ele, e outro que defenda como ele. Não existe. Não sei se o vamos perder, mas não há outro como ele", frisou Silas.

Ainda sobre o onze que vai subir ao relvado de Alvalade, Silas adiantou que Vietto não recuperou de lesão, ao contrário do defesa Neto, que pode vir a ser opção caso se confirme o castigo ao uruguaio Coates.

Um jogo que "vale mais do que três pontos"

O treinador Jorge Silas garante que o Sporting pode vencer o Benfica na sexta-feira, em Alvalade, e assume que o dérbi tem um ambiente especial.

"É um jogo de 50-50, com as duas equipas a terem a possibilidade de ganhar e vamos fazer tudo para isso, acreditando que o Benfica também vem à procura disso. Vai ser um jogo aberto, com ocasiões de golo e animado, como foi o clássico com o FC Porto. Mas claro que o meu desejo é ganhar e não falhar tantos golos", antecipou Silas.

Sobre o ambiente que rodeia o dérbi, Silas admitiu que os dois clubes vivem este jogo de forma diferente e que os jogadores têm noção disso.

"Este jogo vale mais do que três pontos. É o jogo que mexe mais com o futebol português, tem um lado emocional e de paixão, e os jogadores sabem o que isso quer dizer. Para nós e para o Benfica são muito mais do que três pontos, independentemente da posição de cada equipa", considerou.

Sobre as implicações de uma derrota, que deixaria os 'leões' a 19 pontos da liderança, Silas desdramatizou e sublinhou que os dois emblemas "têm algo a perder".

"Se o Benfica perder o FC Porto pode ficar mais perto. Nós, se perdermos, podemos ficar mais distantes, mas o ideal é que perca o Benfica. Mesmo que percamos, estamos a melhorar e não vamos perder muito mais pontos. Acredito que vamos encurtar distâncias", vaticinou o treinador leonino.

Sobre a equipa e momento do Benfica, Silas considerou que as 'águias' têm um plantel "muito forte, resultado do maior investimento de sempre", e desvalorizou o facto de a equipa de Bruno Lage ter menos dias de descanso, depois de ter enfrentado o Rio Ave para a Taça de Portugal.

O dérbi entre Sporting, quarto classificado, com 29 pontos, e Benfica, líder da liga portuguesa, com 45 pontos, em jogo da 17.ª jornada da I Liga de futebol e que encerra a primeira volta da competição, está agendado para sexta-feira, no Estádio José Alvalade, às 21h15.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de