Slimani frustrado...pela baixa produtividade

Nos últimos 10 jogos realizados pelo Sporting, Slimani assinou quatro golos, distribuídos por duas partidas. Longe do excelente mês de janeiro.

Já lá vão quase dois meses, desde que marcou pela última vez em dois encontros consecutivos. Desde o fim de janeiro, a produtividade goleadora do argelino desceu abruptamente. Slimani ficou em branco em oito dos últimos 10 jogos.

A esse facto acrescem cinco encontros consecutivos de "seca" de golos em todas as competições - o alimento fundamental de qualquer ponta de lança - apenas interrompida no Estádio António Coimbra da Mota, na jornada 26, perante o Estoril Praia.

Tudo isto contrasta com a performance de janeiro, em que foi considerado o melhor jogador africano do mês e até mereceu enfoque especial na revista France Football, por estar particularmente de "pé quente". Em seis jogos marcou oito golos, nesse período.

Poderão estar aqui alguns motivos para a demonstração pública de desagrado, após ter sido substituído aos 60 minutos, quando o resultado no Sporting /Arouca favorecia claramente os leões, que ganhavam por 5-0. E quando Jorge Jesus sabia que Slimani era um dos que estava em risco de exclusão, se porventura visse o cartão amarelo.

Slimani queria também chegar ao golo 50 pelo Sporting. Falta um para esse número interessante. Esta temporada, em 39 jogos, o argelino apresenta 24 golos (20 na Liga) na conta pessoal, contrastando com os 15 (12 na Liga) da época passada, em 33 presenças na equipa leonina.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de