Sobe para oito o número de casos de Covid-19 no Sporting

Há sete jogadores e um elemento do staff infetados.

Subiu para oito o número de casos confirmados de Covid-19 no Sporting. A TSF sabe que há mais quatro jogadores e um elemento do staff do clube de Alvalade que testaram positivo para a infeção com o novo coronavírus.

Depois de Nuno Santos, Borja e Rodrigo Fernandes, o jornal "A Bola" adianta esta segunda-feira que os quatro jogadores que entretanto testaram positivo são Renan, Luís Maximiano, Gonçalo Inácio e Pedro Gonçalves.

O primeiro adversário do Sporting na Primeira Liga, o Gil Vicente, tem já 15 infetados - 10 jogadores e cinco elementos do staff, o que coloca o encontro entre as duas equipas, marcado para o próximo sábado, em risco.

O plano de retoma do futebol profissional, elaborado pela Direção-Geral da Saúde, estabelece que deve ser aplicada a Lei 3 das Leis de Jogo, ou seja, se houver um mínimo de sete jogadores, um guarda-redes e um capitão, o jogo pode arrancar nessas condições sem motivo para suspensão.

Em entrevista à TSF, o especialista em Direito Desportivo, João Diogo Manteigas, considera que está em causa a verdade desportiva.

"O que acho que não deve acontecer é começar a adiar-se muitos jogos", alerta o especialista. "Pode desvirtuar completamente a verdade desportiva porque podemos estar perante um cenário de alguns clubes acordarem jogos para datas que sobrecarregam o calendário, mas atentando em seu benefício próprio, encaixando-os conforme melhor lhes aprouver."

Também o cenário de jogar com sete jogadores "vai desvirtuar, quer se queira, que não, a verdade desportiva porque os clubes não vão jogar com uma equipa composta e compensada, não vai ser bonito de ser ver".

Sobre o futuro, João Diogo Manteigas deixa questões à DGS e à Liga. "Se efetivamente estivermos perante uma nova vaga, o que vai acontecer? As competições param ou as competições continuam com medidas de controlo reforçadas?"

E, sobre essas medidas, "até que ponto são suficientemente seguras para podermos avançar com o futebol?"

O especialista lembra que, apesar de já terem sido realizados jogos na Segunda Liga, tal não significa que "seja assim para sempre, quer do lado positivo, quer do negativo".

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de