"Foi usado um expediente." Sporting avisa Benfica por causa de João Mário

Leões querem responsabilizar legalmente o Inter e o Benfica, intervenientes na transferência.

O Sporting reagiu, esta terça-feira, à rescisão de João Mário com o Inter de Milão e consequente contratação pelo Benfica. Os leões dizem estar atento ao processo e deixaram um aviso aos dois clubes.

"É convicção do Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD que foi usado um expediente para que o Inter e o jogador João Mário se procurassem eximir ao que contrataram com a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD em 2016", refere o clube em comunicado.

Na mesma nota, o Sporting lembra que em 2016, aquando da transferência do médio para o clube italiano, que o jogador e o Inter se comprometeram a efetuar um pagamento adicional de 30 milhões de euros, caso o jogador viesse a ser inscrito por clubes portugueses, entre os quais o Benfica.

Na segunda-feira, o Inter Milão e o jogador "acordaram" a rescisão do contrato que os unia, permitindo que o jogador se vinculasse com o Benfica, já depois de o Inter "ter recusado uma proposta do Sporting", referem os leões.

"Esse expediente só ilustra que todas as partes sabiam as obrigações que assumiram em 2016 e a que, volvidos cinco anos, pretendem furtar-se", considera ainda no comunicado o clube campeão nacional.

O Sporting diz também que não alimentará publicamente "este folhetim, que visa desviar as atenções incómodas sobre outros assuntos da atualidade", mas que não deixará de defender os seus interesses.

A terminar, os leões dizem que irão, em sede própria, responsabilizar "os intervenientes pelos danos causados e pelo incumprimento das obrigações assumidas".

O Benfica anunciou esta terça-feira a contratação do futebolista internacional português João Mário por cinco épocas, até 2026, depois de o jogador e o Inter Milão terem acordado a rescisão de contrato, na segunda-feira.

Na última temporada, o médio esteve cedido pelos italianos ao Sporting, conquistando a I Liga de futebol.

Leia aqui o comunicado do Sporting na íntegra:
"Em face das notícias vindas a público ontem e hoje, a Sporting SAD informa o seguinte:

Em 2016, aquando da transferência do jogador João Mário do Sporting CP para o FC Internazionale Milano, o clube italiano e o Jogador João Mário comprometeram-se, entre outras coisas, a efectuar um pagamento adicional de 30.000.000€ se e quando o jogador viesse a ser inscrito a favor de Clubes portugueses, entre os quais o SLB;

Como é público e notório, o FC Internazionale Milano e o Jogador João Mário acordaram, ontem, na cessação, por acordo, do contrato de trabalho que os unia, para que o jogador, acto contínuo, se vinculasse mediante contrato de trabalho com o SLB; isto depois de o FC Internazionale Milano ter recusado uma proposta da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD pelo jogador em causa;

É convicção do Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD que foi usado um expediente para que o Inter e o jogador João Mário se procurassem eximir ao que contrataram com a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD em 2016;

E que esse expediente só ilustra que todas as partes sabiam as obrigações que assumiram em 2016 e a que, volvidos 5 anos, pretendem furtar-se;

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD não alimentará publicamente este folhetim, que visa desviar as atenções incómodas sobre outros assuntos da actualidade;

Mas não deixará de defender os interesses do Sporting Clube de Portugal e da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD em sede própria, responsabilizando os intervenientes pelos danos causados e pelo incumprimento das obrigações assumidas."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de