Sporting goleia Gil Vicente, garante segundo lugar e adia festa do FC Porto

Leões bateram a equipa de Barcelos por 4-1 e garantiram a entrada direta na fase de grupos da Liga dos Campeões na próxima época. Dragões podem ser campeões na Luz. Veja os golos.

O Sporting goleou este domingo o Gil Vicente por 4-1 e assegurou o apuramento direto para a fase de grupos da Liga dos Campeões da próxima temporada. O triunfo leonino adia também a festa do título do FC Porto, que na próxima semana desloca-se à Luz para o clássico com o Benfica.

O resultado começou a ser construído na primeira parte: Sarabia adiantou os leoões aos 21 minutos e, aos 38, Edwards dilatou a vantagem. Antes do intervalo, o Gil conseguiu reduziu por intermédio do goleador Fran Navarro. Na segunda parte, o Sporting descansou os adeptos, ao beneficiar de um autogolo de Lucas Cunha e de uma nova grande penalidade convertida por Pedro Gonçalves.

Para este jogo, o técnico Rúben Amorim optou por deixar no banco de suplentes o ponta-de-lança Paulinho, dando a titularidade a um tridente pouco habitual: Edwards, Pote e Sarabia. De resto, Pedro Porro, que cumpriu castigo, foi titular na lateral direita leonina.

Com muito público nas bancadas de Alvalade, o encontro começou com o Sporting a pressionar a defensiva gilista. Num primeiro lance de perigo, Nuno Santos rematou para defesa incompleta de Andrew e, na pequena área, Palhinha rematou para nova defesa do jovem guardião da equipa de Barcelos. No entanto, o lance foi invalidado por fora de jogo do médio internacional português.

Em cima do quarto de hora, o Sporting beneficiou de um pontapé livre junto à área do Gil. Sarabia rematou e a bola passou muito perto do travessão da baliza de Andrew. Na resposta, o Gil Vicente ensaiou um contra-ataque e Samuel Lino fugiu pelo flanco esquerdo, cruzou para a área e nenhum companheiro conseguiu chegar à bola.

Aos 20 minutos, Nuno Santos foi derrubado em falta na área e o árbitro apontou para a grande penalidade. Da marca dos onze metros, Sarabia inaugurou o marcador.

À meia hora de jogo, o Gil Vicente pediu uma grande penalidade depois de Leautey ter sido derrubado por Adán. Depois de o lance ter sido revisto pelo videoárbitro, o árbitro Miguel Nogueira reatou a partida, o que mereceu fortes protestos a partir do banco do Gil. O diretor desportivo Tiago Lenho foi expulso pelo juiz da partida.

Aos 31 minutos, o Sporting teve nova oportunidade de dilatar a vantagem, mas o remate de Pedro Porro foi sacudido pelo jovem guardião brasileiro.

Logo a seguir, o Sporting voltou ao ataque e Marcus Edwards dilatou a vantagem leonina no encontro. Nos descontos da primeira parte, o avançado Fran Navarro fugiu à marcação e, na cara de Adán, reduziu a desvantagem no marcador.

Na segunda parte, à semelhança do que ocorreu no primeiro tempo, o Sporting entrou mais perigoso e Sarabia teve nos pés o 3-1, mas Andrew voltou a brilhar entre os postes.

Logo a seguir, Matheus Nunes abriu o jogo para Nuno Santos. O canhoto entrou na área e tentou servir os colegas na área, mas a bola foi desviada para a baliza por Lucas Cunha, assinando assim um autogolo em Alvalade.

Com o golo, o Gil Vicente não conseguiu contrariar o entusiasmo dos leões e o Sporting voltou a marcar. Fran Navarro foi à área cometer falta sobre Pote e o árbitro assinalou de imediato grande penalidade. Da marca dos onze metros, Pote não tremeu e apontou o quarto golo, regressando aos golos de leão ao peito.

Com os dois golos nesta segunda parte, o Sporting arrumou com o jogo, deixando o Gil sem argumentos para anular a desvantagem.

Na reta final do encontro, Rúben Amorim fez uma série de alterações na equipa e lançou o menino Rodrigo Ribeiro. No primeiro lance em que tocou na bola, o menino que recentemente completou 17 anos rematou de fora da área e o público aplaudiu.

Onze do Sporting: Adán; Luís Neto, Gonçalo Inácio e Matheus Reis; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Nuno Santos; Edwards, Pedro Gonçalves e Sarabia.

Suplentes: André Paulo, João Virgínia, Feddal, Ugarte, Rúben Vinagre, Paulinho, Ricardo Esgaio, Daniel Bragança e Rodrigo Ribeiro.

Onze do Gil Vicente: Andrew; Zé Carlos, Lucas Cunha, Rúben Fernandes e Talocha; Pedrinho, Aburjania e Fujimoto; Leautey, Fran Navarro e Samuel Lino.

Suplentes: Frelih, Diogo, João Afonso, Bilel, Boubacar, Vítor Carvalho, Henrique Gomes, Matheus Bueno e Elder Santana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de