Futebol

Sporting fora da final do Troféu Teresa Herrera após derrota com Sp. Gijón

O Sporting ficou afastado da final do Troféu Teresa Herrera ao perder diante do Sp. Gijón foi 2-0. A segunda derrota da pré-época dos leões foi ditada por dois golos dos asturianos nos últimos minutos da partida.

O Sporting perdeu, este sábado, diante do Sp. Gijón, da II Divisão espanhola, e ficou assim afastado da final do Troféu Teresa Herrera, que se está a disputar na Corunha, na Galiza.

A equipa orientada por Marco Silva esteve melhor na primeira parte e poderia ter chegado à vantagem em várias ocasiões entre os 30 e os 40 minutos, mas Esgaio e Carrillo, que estiveram em bom plano, falharam o golo.

Em cima do intervalo, os asturianos responderam num remate de Carmona por cima da barra da baliza de Rui Patrício após um cruzamento da esquerda.

No segundo tempo, com muitas alterações, o Sporting ficou defensivamente mais vulnerável, tendo os espanhóis aproveitado-se do balanceamento ofensivo do Sporting para vencer a partida.

Os golos do Sp. Gijón acabariam por chegar nos últimos dez minutos, primeiro por Bernardo aos 78 minutos e depois por Luís Hernandez quando faltavam oito minutos para o final.

Sob a arbitragem de José Luis González, de Espanha, no Estádio Riazor, na Corunha, com a assistência de cerca de 700 espectadores, as equipas alinharam da seguinte forma:

Sp. Gijón: Cuellar, Luis Hernández, Julio (Ivan Fernandez, 69), Bernardo, Lora (Alex Menendez, 46) Carmona, Rachid, Alex Barrera (Sérgio Alvarez, 62), Jony (Santi Jara, 71), Dani (Alex Serrano, 71) e Scepovic (Stefan Guerrero, 62).

Suplentes: Pol Busquets, Sergio Alvarez, Guerrero, Nacho Cases, Ivan Hernandez, Santi Jara, Isma Lopez, Alex Menendez, Pablo, Castro, Bustos e Alex Serrano.

Sporting: Rui Patrício, Esgaio, Marcelo, Rojo (Paulo Oliveira, 46), Jefferson (André Gerlades, 46), Rosell, Adrien (João Mário, 60), André Martins (Tanaka, 60), Carrillo (Mané, 46), Diego Capel e Montero (Slimani, 60).

Suplentes: Marcelo Boeck, Paulo Oliveira, André Geraldes, Cédric, William Carvalho, João Mário, Heldon, Nabi Sarr, Slavchev, Mané, Tanaka e Slimani.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Julio (58).