Tóquio2020: passagem da chama olímpica será com público, mas sem gritos ou aplausos

A decisão sobre a presença de espetadores nos locais de competição dos Jogos Olímpicos deverá ser conhecida no final de março.

O público poderá assistir à passagem da chama olímpica durante o seu percurso no Japão, a partir de 25 de março, mas estão proibidos gritos e aplausos, anunciou esta quinta-feira o comité organizador dos Jogos Olímpicos Tóquio2020.

"Queremos unir o país com a passagem da chama, sob o lema 'A esperança ilumina o nosso caminho'", afirmou a presidente do comité organizador, Seiko Hashimoto, alertando para a necessidade de "ter uma abordagem meticulosa" durante o percurso, devido à pandemia de Covid-19.

Hashimoto admitiu que uma decisão sobre a presença de espetadores nos locais de competição dos Jogos Olímpicos deverá ser conhecida no final de março: "Acho que devemos ter informações sobre o que vai acontecer com o público quando começar o percurso da chama".

Devido à pandemia de Covid-19, os Jogos Olímpicos e os Jogos Paralímpicos Tóquio2020 foram adiados do verão de 2020 para este ano.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de