Trio português longe da final dos 3000 metros obstáculos nos Europeus de Munique

Etson Barros, Simão Bastos e Miguel Borges tinham de se classificar entre os cinco primeiros em cada uma das duas séries ou ser um dos cinco melhores tempos restantes, mas a meta ficou garantida.

Os portugueses Etson Barros, Simão Bastos e Miguel Borges ficaram esta terça-feira longe de conseguir o apuramento para a final dos 3000 metros obstáculos dos Europeus de atletismo, em Munique.

Etson Barros, Simão Bastos e Miguel Borges tinham de se classificar entre os cinco primeiros em cada uma das duas séries ou ser um dos cinco melhores tempos restantes, contudo até para esta segunda hipótese a meta ficou longe.

Etson Barros foi o único a disputar verdadeiramente a qualificação, concluindo a segunda corrida em 8.38,04 minutos, o oitavo posto, ainda assim a quase três segundos dos 8.35,37 que valeram a derradeira vaga.

Miguel Borges já estava para trás antes de cumprido o primeiro quilómetro e não terminou a prova.

Na primeira série, Simão Bastos chegou a mostrar-se na frente do grupo nas voltas iniciais, porém a meio da competição já tinha descolado, ficando irremediavelmente para trás e a concluir em 15.º, com 8.57,27 minutos.

A segunda edição dos campeonatos Europeus multidesportos está a decorrer em Munique até 21 de agosto e reúne nove modalidades, estando Portugal representado em sete, nomeadamente atletismo, canoagem, ciclismo, ginástica artística, remo, ténis de mesa e triatlo.

A seleção portuguesa tem uma medalha de ouro, através do ciclista Iúri Leitão, que se sagrou campeão europeu de scratch, no ciclismo de pista, e uma de prata, de Auriol Dongmo no lançamento do peso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de