Uma dedicatória emocionante para a "taça que faltava"

Filipe Albuquerque chegou esta tarde a Lisboa após ter vencido a mítica prova francesa das "24 Horas de Le Mans".

Filipe Albuquerque está orgulho de ter conquistado o troféu "as 24 Horas Le Mans". O piloto português chegou esta tarde ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, depois de ontem ter garantido a conquista inédita para Portugal de mais uma prova de automobilismo e não escondeu a emoção.

"Era a taça que faltava", atira Filipe Albuquerque, sublinhando que está "super orgulhoso de trazer esta taça para Portugal". O piloto português acrescenta que "apesar de estarmos na frente em grandes desportos motorizados, faltava as 24 Horas de Le Mans para o nosso país".

Foram 24 horas de suor, mas os últimos instantes da prova foram particularmente diferentes, relata Filipe Albuquerque: "As coisas alteraram-se um pouco porque eu ia exceder o tempo de condução permitido. Foi um nervosismo e falta de controlo... eu estava a ver a corrida e, ao mesmo tempo, com o rádio a tentar falar com o meu colega de equipa sobre o que é que ele podia fazer e, quando cruzámos a meta, foi um sentimento de alívio e concretização."

Tem sido um ano de ouro para o automobilismo português. Depois das vitórias de Miguel Oliveira e António Félix da Costa, agora foi a vez de Filipe Albuquerque fazer história vencer as 24 Horas de Le Mans, na categoria LMP2 (a segunda mais importante) e, simultaneamente, sagrar-se campeão mundial de resistência. Filipe Albuquerque encontra uma explicação para isso: "Acho que a quarentena fez-nos mais fortes. Estar em casa fechado, sem poder fazer nada, fez-me passar esse tempo a pensar como é que eu podia ser melhor. E aposto que o António e o Miguel também pensaram assim."

E quando perguntaram a Filipe Albuquerque a quem gostaria de dedicar esta vitória, o piloto português não escondeu a emoção as lágrimas... perdeu há um mês o pai: "Acabo por me emocionar bastate. Nas últimas 'pole positions' que fiz, os meus sentimentos foram de grande alívio e stress, mas claro que penso sempre que está aqui ao meu lado... [lágrimas]... Fico emocionado... E claro que choro bastante onde quer que esteja e acaba por ser muito dificil. Dedico esta vitória também ao meu pai."

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de