Varandas recandidata-se para Sporting continuar a crescer após "mandato histórico"

Presidente leonino fala em "sentimento de dever cumprido".

O presidente do Sporting disse esta quarta-feira que se recandidata à presidência dos órgãos sociais do clube com um "sentimento de dever cumprido", traçando como principal objetivo dar continuidade ao crescimento, após um mandato que considera ter sido histórico.

"Sentimento de dever cumprido. Há cerca de três anos e meio, exatamente neste hall vip [no Estádio José Alvalade], tinha dado a garantia que no final do mandato o Sporting estaria melhor e não está apenas melhor. O [Sporting] está muito, muito melhor. É um grande orgulho que cumprimos este mandato", disse Frederico Varandas, antes de formalizar a recandidatura à presidência aos órgãos sociais do clube, junto do presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG), Rogério Alves.

Segundo Varandas, este é mandato que "fica para a história", face aos resultados desportivos conseguidos no futebol e nas diversas modalidades.

"Estamos a falar de seis títulos para o futebol. Nenhum clube ganhou tanto como o Sporting no futebol: dois títulos com Marcel Keizer, quatro títulos com Rúben Amorim, um dos quais o título nacional que fugia há 19 anos. A nível das modalidades, vários títulos nacionais, 12 títulos europeus e um título mundial", justificou.

Sobre a questão financeira, a pandemia de covid-19 "reduziu drasticamente todas as receitas de todos os clubes", mas o atual presidente enalteceu a "redução estrutural dos custos em cerca 15 por centro do grupo Sporting, clube e SAD", sem esquecer a "evidente valorização dos ativos e a recuperação da credibilidade financeira da Sporting SAD nos mercados".

Traçando como grande meta "continuar a fazer crescer um Sporting corajoso, independente e com valores", Frederico Varandas apela aos sócios que se desloquem às urnas em 05 de março, de forma a mostrarem o que pretendem para o clube.

"Eu apelo. Acredito no Sporting dos sócios, que saibam cuidar do seu clube. É muito importante a sua presença na noite eleitoral e virem aqui dizer de sua justiça o que pretendem para o clube", concluiu.

A próxima Assembleia Geral Eleitoral do Sporting está marcada para 05 de março, no pavilhão João Rocha, junto ao Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Além de Frederico Varandas, concorrem ao sufrágio Nuno Sousa, que formaliza também hoje a candidatura, e Ricardo Oliveira, presidente da Federação Portuguesa de Padel.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de