Vicente Moura demite-se da vice-presidência do Sporting

Homem forte das modalidades do clube de Alvalade pediu a demissão nesta quinta-feira. Questões de saúde e publicação de Bruno de Carvalho no Facebook na origem da decisão.

Vicente Moura, vice-presidente do Sporting com o pelouro das modalidades, demitiu-se esta quinta-feira. A notícia foi avançada pela SIC Notícias e prontamente confirmada pela TSF junto do próprio. Em declarações à TSF, o ex-presidente do Comité Olímpico Português justificou o abandono com questões de saúde e as recentes palavras de Bruno de Carvalho no Facebook.

"Primeiro mantenho o meu estado de saúde, uma vez que tive um enfarte há um ano e tal", começou por dizer à TSF Vicente Moura. "Em segundo lugar, deve-se ao facto das declarações que o presidente pôs no Facebook, que, de certa forma, é uma crítica aos resultados das modalidades. Retira-me as condições para continuar. Por saber que não teria condições para continuar, pedi a demissão."

Vicente Moura explicou ainda que se o seu trabalho não estava a ser apreciado e que, por isso, não fazia sentido sacrificar-se. "Isto requer uma certa capacidade de sofrimento e de encaixe. E eu tenho-a, felizmente. Eu já tenho 79 anos, as coisas são como são. Adquiro estas coisas ao longo do tempo. Eu, de certa forma estava a sacrificar a minha tranquilidade e a minha vida, e dos meus. Se isso não se justifica, se as pessoas acham que o trabalho não corresponde ao que era necessário, não faz sentido continuar."

Esta saída surge na sequência da derradeira publicação do presidente dos leões, Bruno de Carvalho (BdC), no Facebook. Nesse texto para as redes sociais, BdC chamou "meninos" aos atletas das modalidades, criticando o compromisso e exigência. "Vejo, em todas as modalidades, um apoio que mais nenhum clube tem no mundo, mas um grau de exigência muito pequeno. A cada mau resultado, e então se torno público o meu desagrado, lá vem a onda de apoio aos 'meninos'. Nas modalidades, sem ser o futebol, então é confrangedor... perdemos jogos e lá estão as bancadas a aplaudir os 'seus meninos' e a acarinhá-los", escreveu.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de