Vitória de Guimarães é finalista da Taça de Portugal

O Vitória de Guimarães perdeu o jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, 3-1, contra o Chaves. Mas, a equipa garantiu o acesso à final ao beneficiar dos 2-0 da primeira mão.

Numa partida cheia de emoção até ao final. Perdigão inaugurou o marcador logo no primeiro minuto, com Renan Bressan a dilatar a vantagem do Chaves aos 33 minutos.

Na segunda parte, Nuno André Coelho apontou o 3-0, aos 63 minutos, mas Marega, aos 65, fez o 3-1 final, que daria a passagem ao Vitória.

Já no período de compensação, Douglas tornou-se no herói da partida ao defender uma grande penalidade apontada por Braga.

Agora, a equipa orientada por Pedro Martins aguarda pelo desfecho da outra meia-final. O Benfica recebe o Estoril na quarta-feira. Na primeira mão, jogada no terreno dos canarinhos, as águias venceram por 2-1.

Entretanto, o presidente do Vitória de Guimarães, Júlio Mendes, afirmou no final do jogo frente ao Desportivo de Chaves, que chegar à final da Taça de Portugal em futebol era um objetivo desde o início da época.

"Foi um objetivo que assumimos desde o início da época e tive a oportunidade de dizer que estávamos a preparar uma das melhores equipas dos últimos tempos, não querendo dizer que era a melhor ou a melhor de sempre. E, portanto, tínhamos a ambição de chegar aqui e graças a Deus que conseguimos", concluiu.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de