Volta a Portugal. "Sempre acreditei que a última palavra ia caber ao povo"

Em declarações à TSF, Joaquim Gomes, o diretor da Volta a Portugal, fez, no dia de descanso, o balanço das primeiras etapas da competição.

Depois de um prólogo e quatro etapas pedaladas, a Volta a Portugal chega, esta terça-feira, ao dia de descanso. Para a parte final da competição, esperam-se cinco etapas e o contrarrelógio para coroar o vencedor da 83.ª edição da prova.

Em declarações à TSF, Joaquim Gomes, diretor da Volta a Portugal, faz o balanço dos primeiros quilómetros percorridos. O ex-ciclista destacou a forma como a desconfiança do público devido aos casos de doping, que marcaram os dias anteriores à partida para a estrada, se foi atenuando.

"Existia um grande desânimo, quer da federação e da própria organização e de alguns adeptos de ciclismo, mas eu sempre acreditei que a última palavra ia, mais uma vez, caber ao povo." O público "quer a Volta na estrada", refere Joaquim Gomes, mas "com justiça desportiva a imperar".

A quinta etapa da Volta a Portugal liga a Mealhada a Miranda do Corvo, mais precisamente ao Observatório de Vila Nova. O diretor da prova diz que "será mais exigente que a própria Senhora da Graça e, provavelmente, até será a Senhora da Graça do centro do país nas próximas edições."

Na classificação geral da Volta a Portugal, Maurício Moreira lidera, com menos 30 segundos do que o companheiro de equipa Frederico Figueiredo e 31 do que Luís Fernandes (Rádio Popular-Paredes-Boavista).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de