Wolves vence Arsenal com lusos Pedro Neto e Podence em destaque

O jogo ficou marcado pela lesão de Raul Jiménez. O ex-Benfica foi transportado para o hospital.

O Wolverhampton, treinado por Nuno Espírito Santo, venceu hoje em casa do Arsenal por 2-1, na 10.ª jornada da Liga inglesa de futebol, apesar de ter ficado sem Raul Jiménez, transportado para o hospital, desde os 15 minutos.

O ponta de lança mexicano protagonizou um choque de cabeças com o brasileiro David Luiz, que inspirou muitos cuidados e obrigou à intervenção das equipas médicas de ambas as equipas e à interrupção do jogo durante 10 minutos.

Se o central brasileiro abriu a cabeça, estando a estancar a ferida até ser colocado um adesivo e uma ligadura à volta da cabeça, o avançado mexicano foi assistido, saindo do relvado de maca para uma ambulância que o levou de imediato para o hospital.

A saída de Jiménez, que é um jogador-chave no processo ofensivo dos Wolves, obrigou Nuno Espírito Santo a lançar o jovem português Fábio Silva, contratado ao FC Porto por 40 milhões de euros.

No entanto, a falta do mexicano não se fez sentir tanto porque houve dois portugueses, Pedro Neto e Daniel Podence, em particular o primeiro, que estiveram endiabrados e que baralharam a defesa arsenalista, com as suas arrancadas, mudanças de velocidade, dribles, sempre com a baliza na 'mira'.

Pedro Neto, em grande momento de forma, inaugurou o marcador aos 27 minutos, numa recarga com o pé direito a um remate de cabeça do médio belga Leander Dendoncker à barra, na sequência de uma jogada típica de Adama Traoré à linha, em que é imparável, com cruzamento para o interior da área.

O Arsenal ainda conseguiu empatar à passagem da meia hora pelo central Gabriel, após cruzamento do seu compatriota Willian, mas a dupla portuguesa na frente de ataque estava a pôr a 'cabeça em água' à defesa da casa e não foi surpresa que Daniel Podence pusesse de novo os Wolves na frente do marcador, com um detalhe técnico precioso ao 'picar' a bola por cima do guarda-redes, na sequência de uma grande jogada de Pedro Neto.

Na segunda parte, a perder, o Arsenal foi dominante, mas a equipa de Nuno Espírito Santo mostrou-se sempre coesa e compacta a suster todas as investidas do adversário, ao mesmo tempo que Pedro Neto, Podence, até ser substituído, e Adama Traoré mantinham a equipa do Arsenal com receio de se lançar abertamente ao ataque.

Com este triunfo, o Wolverhampton subiu, provisoriamente, ao sexto lugar, com 17 pontos, enquanto o Arsenal segue em 14.º lugar, com 13.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de