Yamaha suspende Maverick Viñales por "inexplicável operação irregular" na moto

A equipa confirmou que o piloto não será substituído na prova deste fim de semana no GP da Áustria.

A Yamaha anunciou que suspendeu Maverick Viñales do GP da Áustria devido a uma "inexplicável operação irregular" feita na moto por parte do piloto de Moto GP. Segundo a equipa, o piloto espanhol utilizou a YZR-M1 de forma errada, no último fim de semana, durante o GP da Estíria, causando danos significativos no motor. Ações que terão colocado o motociclista e o resto da equipa em sérios riscos.

"A Yamaha lamenta anunciar que Maverick Viñales foi retirado do GP da Áustria. A ausência segue uma suspensão do piloto pela Yamaha por inexplicável operação irregular da moto durante o GP da Estíria, no último fim de semana. A decisão acompanha uma análise da telemetria", pode ler-se no comunicado da equipa.

Para já, a Yamaha confirmou que o piloto não será substituído na prova deste fim de semana e que as decisões relativamente às próximas corridas serão tomadas depois de uma análise mais detalhada da situação e após conversações com os envolvidos.

A relação de Maverick Viñales com a Yamaha tem sido turbulenta desde que, no fim da última temporada, o piloto fez críticas à equipa.

"Mudámos a embraiagem. Fiz uma saída normal para a volta de aquecimento, mas a moto parou. Na primeira corrida correu bem, mas na segunda a sensação não era a mesma. Mudámos os pneus e, não sei porquê, a moto patinou muito. Depois tive problemas com a moto e parei", disse Maverick, na altura, no final da última corrida.

O Moto GP da Estíria foi o primeiro reencontro do piloto depois de ter anunciado o divórcio com a equipa. Após das cinco voltas ao Red Bull Ring, comentou: "Num treino sou o primeiro e no próximo sou 20.º, sem qualquer explicação... Não posso melhorar, não posso continuar a correr. No final, se me derem uma explicaçao sobre o que aconteceu, fico melhor. Mas sempre que algo acontece vou de 1.º a 10.º. Não há explicação, a única coisa que me dizem é que não sabem."

A deterioração do relacionamento deverá ter começado com as pessoas com altos cargos na Yamaha. Uma vez que com os mecânicos o piloto garante que a sua relação está "genial".

"Incómodo não é porque com a equipa e com os meus mecânicos estou genial. Outra coisa é com os chefes da equipa, mas com os meus mecânicos estou genial e agradecido porque estão a dar o máximo", explicou o piloto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de