Marisa Matias acusa PR de "conivência" com governo PSD/CDS no caso Banif

A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda às eleições presidenciais considera que Cavaco Silva ajudou o anterior Governo a encobrir a situação do Banif para que a "bomba-relógio" explodisse já nas mãos do novo executivo".

"Não há nenhum português nem portuguesa que acredite que o Presidente da República não estava a par desta situação. Toda a gente sabe que estava a par e o que fizeram foi carregar uma bomba relógio que saberiam que iria rebentar a qualquer momento, mas transferi-la para o Governo seguinte", disse Marisa Matias numa declaração na sede do BE sobre a situação do Banif.

A candidata do Bloco de Esquerda a Belém fala em "conspiração de silêncios".

00:0000:00

"Assistimos a mais um momento da farsa que vivemos nos últimos anos de que o que foi feito tinha servido para arrumar a casa e para garantir a estabilidade e a consolidação das contas públicas", criticou, considerando que "os portugueses e as portuguesas estão fartos de resgatar bancos".

Questionada sobre a decisão do Governo liderado por António Costa, a candidata presidencial apoiada pelo BE considera que "a solução que veio agora já devia ter vindo há três anos, pelo menos", recordando que "houve oito propostas de resolução que foram apresentadas pelo Banif às instituições europeias e que o Governo anterior pura e simplesmente ficou imune a qualquer uma delas e escusou-se a intervir".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de