É um recorde no Portugal 2020. Candidaturas na inovação prometem criar 16 mil empregos

Governo recebeu mais de 1.200 candidaturas para incentivos à inovação no Portugal 2020 que valem investimento de 2.840 milhões de euros. Ministro do Planeamento prevê conclusão dos projetos em 2022.

É um recorde no Portugal 2020, o quadro comunitário de apoio: o primeiro concurso do Novo Sistema de Incentivos à Inovação recebeu 1.155 candidaturas com um investimento associado de 2.840 milhões de euros.

Os números, assegura o Governo em comunicado, "representam os maiores alguma vez registados numa iniciativa do PT2020. O anterior concurso, relativo à Inovação Empresarial, tinha recebido 875 candidaturas com um investimento de 2.200 milhões de euros".

Se todas as candidaturas fossem aprovadas, seriam criados 16.250 postos de trabalho.

Emprego "na grande maioria qualificado", diz à TSF Nelson de Souza, o ministro do Planeamento, que sublinha ainda que "destes 16 mil, cerca de um quarto, são em regiões de baixa densidade".

No total, os investimentos propostos em regiões menos desenvolvidas valem 720 milhões de euros e mais de 800 milhões destinam-se à criação de novas empresas.

As candidaturas seguem agora para a fase de análise e deverão estar selecionadas "até ao início do verão", esclarece o governante, que sobre o prazo de concretização dos projetos, sublinha que "tudo isto leva o seu tempo mas diria que no prazo de três anos é normal as empresas obterem o seu ritmo normal de exploração e atingirem os postos de trabalho que pretendem"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de