crise financeira

Fábrica da Renault em Aveiro vai parar uma semana

A Fábrica da Renault em Cacia anunciou, esta segunda-feira, que vai fazer uma paragem de sete dias até ao final do ano. O anunciou surge no mesmo dia em que o construtor automóvel francês adiantou que vai reduzir em 25 por cento a produção em todo o mundo.

A Renault anunciou esta segunda-feira que vai reduzir a produção para tentar responder à quebra nas vendas.

A medida aplica-se a todas as fábricas do grupo, incluindo a unidade portuguesa, em Cacia, junto a Aveiro, que já anunciou uma paragem por uma semana até ao final do ano.

«É evidente que se não se fabricam carros, também não se fabricam componentes para os automóveis. A fábrica de Cacia vai ter um período de paragem até ao final do ano, de cerca de sete dias, que não estavam previstos nos planos iniciais», referiu Ricardo Oliveira, director de Comunicação da Renault Portuguesa.

«A paragem já foi anunciada aos trabalhadores», garantiu o responsável, que assume que esta decisão da empresa é mais uma consequência da crise financeira.

  COMENTÁRIOS