Esquerda "chumba" comissão parlamentar de inquérito sobre CGD

O PS admite cenário no Fórum TSF, mas não por iniciativa própria. PCP e Bloco de Esquerda são claramente contra e CDS-PP quer esperar por mais esclarecimentos do Governo.

O Partido Socialista não espera qualquer oposição dos parceiros de maioria nos planos para a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD). O buraco nas contas do banco do Estado e a necessidade de injeção de capital pode ser superior a quatro mil milhões de euros.

Quanto a uma comissão parlamentar de inquérito à gestão da CGD, João Galamba, vice-presidente da bancada socialista, convidado do Fórum TSF, admite o cenário mas não por iniciativa do PS.

Para o PCP, não há dúvidas de que o Estado tem de responder às necessidades de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos. Ouvido no Fórum TSF, o deputado Miguel Tiago disse ainda que discorda com uma comissão de inquérito porque não teria quaisquer vantagens.

Também o Bloco de Esquerda concorda com a necessidade de injetar dinheiro na CGD, mas não encontra motivos para uma comissão de inquérito.

Já o CDS-PP prefere esperar. A deputada Cecília Meireles diz que antes de falar sobre uma possível comissão parlamentar de inquérito, é preciso que o Governo responda a algumas questões.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de