Economia

Afinal, marca MEO continua

Presidente da Altice Portugal admite recuo depois de no ano passado a companhia ter anunciado a extinção das marcas PT Empresas e MEO.

Afinal a marca MEO vai continuar. A informação é avançada por Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal, e surge quase um ano depois do grupo liderado por Patrick Drahi ter anunciado o fim das duas marcas portuguesas.

Em entrevista à TSF e Dinheiro Vivo, Alexandre Fonseca revela que a companhia voltou atrás na decisão, admitindo que existiu a "possibilidade desta marca global ser estendida até aos produtos e serviços esteve em cima da mesa, mas entendemos que isso não pode ser feito a partir de Genebra".

O CEO da empresa afirma que nestas duas marcas existe "um sentimento da proximidade", e que "as marca MEO, PT Empresas, SAPO e MOCHE são incontornáveis no panorama nacional", e que, apesar da Altice não ter "vergonha da herança histórica", a decisão de "eliminar estas marcas não fazia sentido. Somos Altice Portugal mas estas marcas continuarão", assegura

As declarações de Alexandre Fonseca foram feitas numa entrevista à TSF e Dinheiro Vivo a emitir e publicar em duas partes, na quarta-feira dia 14 e quinta-feira dia 15.

A entrevista na íntegra passa na antena da TSF na quarta-feira depois das 15 horas e na quinta-feira depois das 14 horas.

  COMENTÁRIOS