Taxa Social Única

Aumentar imposto sobre tabaco é medida viável, defende António Saraiva

O presidente da CIP considera que o aumento em 30% da carga fiscal sobre o tabaco é uma medida de fácil execução e pode levar a uma receita adicional de 485 milhões de euros.

António Saraiva apresenta a medida como uma alternativa ao aumento da contribuição dos trabalhadores para a Taxa Social Única (TSU).

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), à entrada para a reunião da concertação social, esta manhã, disse que esta é uma medida viável e de fácil execução.

«Este imposto de 30% sobre imposto do tabaco parece-nos que compensa a descida da TSU naquelas empresas que necessitam dessa descida, não universalizando a medida, porque universalizar a medida implica uma compensação impossível de obter receita», argumentou António Saraiva.

A CIP defende uma descida seletiva da TSU apenas para empresas exportadoras.