Autarca de Seia preocupado com anúncio da reavaliação do investimento da Endesa

O presidente da Câmara de Seia disse que recebeu «com bastante preocupação» a notícia da intenção da Endesa de reavaliar o investimento de 500 milhões de euros em duas barragens no rio Mondego.

Carlos Filipe Camelo, presidente da Câmara de Seia, um dos cinco concelhos abrangidos pelas barragens do Mondego confessou estar preocupado com as consequências de um eventual cancelamento do investimento previsto.

«São consequências nefastas. Para além do investimento significativo, estava a questão do valor acrescentado que teria para o próprio país no sentido da nossa fatura energética poder baixar significativamente aquando da construção da barragem , assim como a questão do emprego neste espaço temporal de três anos, que andaria à volta de 900 pessoas em torno do projeto», afirmou.

Carlos Filipe Camelo admitiu ainda tomar uma posição conjunta com os autarcas dos outros concelhos abangidos pelas duas barragens: Gouveia, Fornos de Algodres, Mangualde e Nelas.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de