Confederação do Comércio e Serviços acusa Governo de discriminar o setor

João Vieira Lopes explica que a maioria das empresas do setor vai ter de pagar o novo imposto imobiliário.

A Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) acusa o Governo de discriminar a maioria das empresas do setor por não as isentar do novo imposto imobiliário.

João Vieira Lopes diz que o setor é excluído da isenção

00:0000:00

João Vieira Lopes explica que, apesar de o Orçamento do Estado falar numa isenção para imóveis com fins industriais e turísticos, grande parte das empresas vai mesmo ter de pagar, uma situação que o presidente da CCP considera inaceitável.

O presidente da CCP considera inaceitáveis estas condições

00:0000:00

João Vieira Lopes fala de um regresso a uma economia do século XIX, que só valoriza a agricultura e a indústria e espera alterações à proposta na discussão do Orçamento na especialidade. Para já, o presidente da CCP afasta qualquer outra leitura possível do documento.

João Vieira Lopes faz mais críticas ao documento

00:0000:00

A CCP aponta outras queixas em relação à proposta do Orçamento do Estado apresentada pelo Governo, garantindo que o documento não contém qualquer incentivo ao investimento privado. João Vieira Lopes prevê, por isso, um crescimento anémico da economia.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de