Conselho das Finanças preocupado com impacto da estagnação alemã em Portugal

Nova presidente do organismo que analisa as contas do Estado avisa que a recente revisão em baixa das estimativas para o crescimento alemão vai ter um impacto negativo nas exportações lusas.

Depois de sucessivas revisões em baixas do crescimento alemão, a última projeção aponta para um aumento quase residual do PIB germânico, que não deverá acelerar mais do que 0,5%.

Para a nova presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), que substituiu Teodora Cardoso neste ano, essa é uma situação que deve preocupar o país: "A Alemanha estará numa situação de quase estagnação económica", alertou Nazaré Costa Cabral na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.

A presidente do CFP considera que "temos de pensar que a Alemanha, sendo um destino importante, porque consome bens intermédios que são exportados de Portugal para a Alemanha, temos de verificar e ir acompanhando com atenção que essa desaceleração na Alemanha pode vir a ter nas nossas próprias exportações".

Continuar a ler