Costa insiste que "não há nenhum plano B"

O primeiro-ministro disse que quer acabar "de uma vez por todas" com a "especulação" em torno do Orçamento do Estado.

O jornalista Miguel Videira ouviu António Costa.

00:0000:00

António Costa garante que "gostaria, de uma vez por todas, de pôr termo a qualquer tipo de especulação: não há nenhum 'plano B' no horizonte. O único 'plano B' é executar o orçamento que a Assembleia da República está a discutir e aprovará no próximo dia 16".

O primeiro-ministro falava aos jornalistas depois de se ter reunido com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na primeira reunião de trabalho entre ambos desde que o novo chefe de Estado tomou posse, na quarta-feira.

O chefe de governo acrescentou que "o governo tem toda a confiança na sua capacidade de executar o orçamento e de cumprir os objetivos fixados nele. São objetivos muito ambiciosos de redução do défice e da dívida acompanhada de uma política de relançamento da economia na reposição de rendimentos das famílias e na criação de condições para a melhoria do investimento. Este é o nosso orçamento e e orçamento que vamos cumprir".

A declaração de António Costa surge no mesmo dia em que o comissário europeu dos Assuntos económicos, Pierre Moscovici, de visita Portugal, garantiu que não foram discutidas medidas orçamentais adicionais para este ano nas reuniões com o Governo.

Uma visita que acontece quando se discute a eventual necessidade de medidas orçamentais adicionais este ano (o chamado 'plano B'), isto quando o Orçamento do Estado está em discussão no parlamento e falta a aprovação final.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de