Estivadores do porto de Setúbal suspendem ultimato

Trabalhadores dizem que há abertura por parte da empresa e negociações começam em maio.

Os estivadores do porto de Setúbal suspenderam o ultimato desta quinta-feira para a assinatura do contrato coletivo de trabalho.

A TSF confirmou que as negociações vão continuar até 8 de maio, uma decisão tomada esta tarde em plenário de trabalhadores.

Depois de terem acusado o concessionária do terminal de Setúbal de má-fé negocial e práticas antissindicais, os trabalhadores admitem agora que há abertura por parte da empresa.

Em causa está a integração de dezenas de trabalhadores, alguns em situação precária há mais de 20 anos.

O protesto dos estivadores começou em dezembro, provocou várias paragens e constrangimentos no porto de Setúbal e empresas, como a Autoeuropa, mas está ainda longe do fim com este novo adiamento, o terceiro no espaço de dois meses.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de