Orçamento do Estado 2019

Governo quer alargar prazo de entrega do IRS até 30 de junho

Versão preliminar do Orçamento do Estado para 2019 indica que declaração de IRS deve passar a ser "entregue, por transmissão eletrónica de dados, de 1 de abril a 30 de junho".

O Governo pretende prolongar um mês, até 30 de junho, o prazo para a entrega da declaração de IRS por via eletrónica, segundo uma versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) a que a Lusa teve acesso.

Segundo o documento, que esteve em debate no Conselho de Ministros deste sábado, a declaração de IRS deve passar a ser "entregue, por transmissão eletrónica de dados, de 1 de abril a 30 de junho, independentemente de este dia ser útil ou não útil". Atualmente, a declaração de IRS é entregue de 01 de abril a 31 de maio.

O Governo aprovou, este sábado, a proposta de OE2019, o relatório e as Grandes Opções do Plano e o Quadro Plurianual de Programação Orçamental. O documento será entregue no parlamento na segunda-feira.

  COMENTÁRIOS