Graça e Colina de Santana vão passar a ter limites no alojamento para turistas

Há mais dois bairros do centro histórico de Lisboa com condicionantes à abertura de novas unidades de alojamento local.

Há novas restrições no alojamento local em Lisboa. Depois do Bairro Alto, Madragoa, Castelo, Alfama e Mouraria, a Câmara Municipal de Lisboa vai alargar as limitações à Graça e à Colina de Santana.

Segundo a notícia avançada pelo jornal Expresso, não se tratam de zonas de contenção, como acontece com os outros bairros, mas de um patamar intermédio.

Fernando Medina referiu que a abertura de novas unidades continua a ser possível, mas com restrições: o registo de alojamento local só vai ser permitido em apartamentos que não tenham tido inquilinos com contratos de arredamento nos cinco anos anteriores ou se for feito em antigos prédios devolutos que entretanto tenham sido reabilitados.

Nas zonas onde o peso do alojamento local é superior a 10% face à habitação as restrições serão menos duras - é o caso da Graça e Colina de Santana. Nos bairros onde ultrapassa os 20%, as restrições serão mais apertadas.

O documento ainda tem de ser aprovado pelo executivo municipal, numa votação que deve acontecer ainda em abril.

Também este mês será apresentada a segunda edição do concurso "habitar o centro histórico", com 50 fogos do património disperso do município, que vai contemplar as freguesias de Arroios e da Estrela, que se juntam a Santa Maria Maior, São Vicente, São António e Misericórdia.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de