Mira Amaral considera que Governo deve aplicar relatório Porter

Ouvido pela TSF, este ex-ministro defende que se deve «voltar a apostar nos sectores produtivos» como dizia este relatório feito para Portugal há duas décadas.

Mira Amaral defende que o Governo deve aplicar o relatório Porter, que foi feito há 20 anos, uma vez que este documento sobre Portugal se mantém actual.

Em declarações à TSF, este antigo ministro da Indústria, que encomendou este estudo ao universitário norte-americano Michael Porter, disse que é preciso «voltar a apostar nos sectores produtivos», opção defendida neste relatório.

Este ex-ministro, que defende a aposta na agricultura e na indústria, frisou a necessidade de se «aplicar as metadologias» deste relatório.

«Diria que não faz sentido encomendar um novo relatório deste tipo, porque o relatório já existe. O que faz sentido é voltar a pôr em prática este conjunto de grupos de acção que foram na altura implementados», sublinhou.

Apesar disto, Mira Amaral aconselha a ser feita uma «nova leitura» deste documento «à luz da nova realidade», dado que o «contexto concorrencial é diferente».

Este antigo ministro da Indústria lembrou ainda as referências feitas pelo relatório de Michael Porter ao "cluster" dos vinhos, um sector que está a ter sucesso.

«O que o relatório dizia, de forma bastante enfática e que eu já andava a dizer, é que não podemos esquecer os sectores tradicionais, que não significa serem velhos, mas que fazem parte da tradição da indústria portuguesa. E neles há empresas com elevado potencial como estamos a ver», concluiu.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de