Economia

Patrão da Jerónimo Martins diz que está farto de mentiras

O patrão da Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, desabafou, esta sexta-feira, que está farto de mentiras, considerando que o primeiro-ministro governa com truques.

A dar cartas no mundo empresarial, Alexandre Soares dos Santos garante que não tem nada na manga. O patrão da Jerónimo Martins diz, aliás, que este tipo de cenário acontece mais para os lados de São Bento.

«Os truques são com o Sócrates, não comigo, ele é que gosta de truques. Aqui não há truques, há planos, estratégias muito bem definidas e implementadas com muito rigor», adianta.

O mesmo rigor que Soares dos Santos exige ao Governo: «Não adianta andarmos a dizer que não estamos em recessão, porque estamos. Todos os dias nas televisões aparece e os jornais escrevem. Então porque estamos a mentir?».

De dedo apontado e olhar firme, o presidente carrega nas sílabas para dizer que os portugueses estão fartos de mentiras e dos políticos que preferem assobiar para o lado.

«Em Portugal não queremos enfrentar os problemas. A demagogia dos políticos ultrapassou todos os limites», afirma.

A indignação confunde-se com a mágoa na voz de Soares dos Santos. Aos 76 anos o presidente de um dos maiores grupos empresariais em Portugal diz que é mais bem recebido no estrangeiro do que no país onde nasceu.

A Polónia é hoje o motor de crescimento da Jerónimo Martins, mas quando um jornalista polaco lhe pergunta se pensa mudar a sede da empresa para Varsóvia, Soares dos Santos é mais cauteloso.

«A sua pergunta é séria demais, se me pergunta a mim que tenho 76 anos, se vejo isso como uma possibilidade, eu não gosto, sou português, a empresa tem um accionista de referência português, se me perguntar se a Polónia vai ser o centro de actividade da Jerónimo Martins claramente que vai ser lá», adianta.

E é para a Polónia que vai ser canalizado quase 80 por cento do investimento de 450 a 500 milhões de euros previsto para este ano.