Economia

Sampaio nega ter dito «há mais vida para além do défice»

Jorge Sampaio repudiou a forma como tem sido citada a frase que disse em 2003 na cerimónia do 25 de Abril, frisando que na verdade afirmou que «há mais vida para além do orçamento».

Jorge Sampaio negou, esta quinta-feira, alguma vez ter dito que «há mais vida para além do défice», e lembrou que, em 2003, disse sim «há mais vida para além do Orçamento».

PUB

«Tenho visto essa frase citada ultimamente, de uma forma completamente errada, que repudio», afirmou o antigo Presidente da República à margem de um colóquio no Porto.

Aludindo ao discurso que fez na cerimónia do 25 de Abril de 2003, Sampaio lembrou que então «a dívida pública externa portuguesa era pouco mais de 50 por cento e hoje está perto dos 90» por cento.

O antigo chefe de Estado recordou ainda que fez uma análise da necessidade de repor o equilíbrio das finanças públicas, mas chamou à atenção para a necessidade de acompanhamento de investimento.

«É curioso que agora toda a gente, depois das medidas de austeridade, fale na necessidade de haver investimento para evitarmos uma recessão», adiantou Sampaio, que lembrou que Portugal não sequer sair de uma situação de desequilíbrio das finanças públicas.