ajuda externa

Troika: PEC4 foi «um bom ponto de partida» para a elaboração do plano

A 'troika considerou que o PEC4 que o Governo apresentou em Março, e foi chumbado no Parlamento pela oposição «era um bom ponto de partida», disse o representante da CE.

Em conferência de imprensa destinada a explicar os termos do acordo de ajuda externa a Portugal, o representante da Comissão Europeia explicou que o PEC4 «não era suficientemente profundo em reformas estruturais», uma vez «que se concentrava apenas em medidas fiscais».

Jurgen Kröger disse ainda que as medidas que constam no acordo de entendimento entre o Governo e a 'troika' seriam «menos restritivas nalgumas áreas» se Portugal tivesse pedido ajuda mais cedo

Por seu turno, o representante do FMI na 'troika', Poul Thomsen, considerou que ao PEC «faltava medidas mais específicas» e «tinha falhas em termos de reformas estruturais e no sector financeiro».

«O objctivo de [reduzir o défice para] 3,9 por cento não estava a ser bem conseguido através do PEC4», disse Poul Thomsen.

Notícias Relacionadas

  COMENTÁRIOS