Terminou a greve. Turismo respira de alívio

Hotéis, rent-a-cars, restaurantes esperam agora que a Páscoa seja boa para o setor turístico.

Já havia turistas a querem cancelar férias e a suspenderem viagens com medo de falhar o combustível. Hotéis, rent-a-cars, restaurantes esperam agora que a Páscoa seja boa para o setor turístico.

Com o anúncio de que a greve foi suspensa os hoteleiros do Algarve acreditam que a Páscoa poderá ser passada com normalidade. Elidérico Viegas da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) aplaude o consenso encontrado e lembra que já havia turistas a manifestar a intenção de cancelar as suas reservas.

Também a Confederação do Turismo de Portugal se mostra "extremamente contente" porque a greve iria ter consequências "extremamente gravosas" para o setor em plena época de Páscoa.

Também as rent-a-car já estavam a passar por dificuldades. Esta quarta-feira, houve muita gente que não seguiu viagem visto que as empresas não conseguiam atestar os automóveis e os turistas não arriscavam seguir viagem.

Armando Santana, responsável pela Associação de rent-a-cars do Algarve, esclarece que, até que seja reposta a normalidade, vão optar pela estratégia de "entregar as viaturas com o mínimo de combustível necessário" para que os turistas possam circular, esperando que nos próximos dois ou três dias já se possam abastecer com normalidade em qualquer posto de combustível.

A Secretária de Estado do Turismo saiu entretanto com uma nota onde afirma que "os turistas, quer nacionais, quer estrangeiros, dispõem de todas as condições para viajar pelo País sem problemas."

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de