Marcelo saúda reconhecimento europeu da evolução da economia

A Comissão Europeia retirou Portugal da lista de Estados-membros com "desequilíbrios macroeconómicos excessivos".

O Presidente da República saudou o reconhecimento pela Comissão Europeia da evolução positiva da economia portuguesa, considerando que se trata de um passo importante do restabelecimento da credibilidade externa e do "acerto do processo" desenvolvimento nos últimos anos.

"A evolução positiva da análise da Comissão Europeia sobre a economia portuguesa, que acaba de ser anunciada em Bruxelas, no quadro dos desequilíbrios macroeconómicos do semestre europeu, constitui um novo passo importante do restabelecimento da nossa credibilidade externa e do acerto do processo levado a cabo ao longo dos últimos anos", lê-se numa nota do chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, divulgada no 'site' da Presidência da República.

A Comissão Europeia retirou Portugal da lista de Estados-membros com "desequilíbrios macroeconómicos excessivos", esta quarta-feira por ocasião da adoção do "pacote de inverno de semestre europeu" de coordenação de políticas económicas, considerando agora que o país apresenta apenas "desequilíbrios".

A Comissão Europeia sublinha agora a necessidade de prosseguir esforços complementares com vista a uma "correção sustentável dos desequilíbrios", pedindo a Lisboa que apresente em abril um Programa Nacional de Reformas "ambicioso".

Na apresentação do "pacote de inverno" do semestre europeu de coordenação de políticas económicas e orçamentais da União Europeia, o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, também saudou a "boa notícia para Portugal" que constitui o desagravamento do procedimento de desequilíbrios macroeconómicos, sublinhando o "progresso impressionante feito pelo país no passado recente".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados