Governo considera que melhoria na perspetiva do rating português "traduz confiança"

Ministério das Finanças destaca o "ciclo de valorização da dívida da República Portuguesa" iniciado em setembro de 2017.

O Ministério das Finanças considerou esta sexta-feira que a melhoria na perspetiva do 'rating' de Portugal, por parte da agência de notação financeira DBRS, "traduz a confiança na evolução" da economia e finanças públicas portuguesas.

"Esta melhoria da notação mantém o ciclo de valorização da dívida da República Portuguesa iniciado em setembro de 2017 por parte das quatro principais agências de 'rating' a nível global e traduz a confiança na evolução que se tem verificado tanto na economia como nas finanças públicas portuguesas", afirma o ministério das Finanças, em comunicado hoje divulgado.

A nota do ministério liderado por Mário Centeno segue-se ao anúncio da DBRS de que subiu de estável para positiva a sua perspetiva da notação da dívida pública portuguesa, o que significa que pode subir o 'rating' de Portugal, que manteve esta sexta-feira em 'BBB', numa próxima avaliação.

Tal como o ministro das Finanças já tinha adiantado à Lusa em 15 de março, o comunicado indica que Portugal já poupou mais de 1.250 milhões de euros em juros, na sequência da melhoria das avaliações da dívida soberana portuguesa pelas principais agências de 'rating'.

"A consolidação do equilíbrio das finanças públicas portuguesas tem permitido a redução sustentada dos custos de financiamento do Estado que só em 2018, face a 2015, significou uma poupança em juros superior a 1.250 milhões de euros", indica Mário Centeno, citado na nota das Finanças.

No seu relatório, a DBRS justificou a melhoria na perspetiva do 'rating' de Portugal com a aproximação do défice orçamental do equilíbrio e a redução do rácio da dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

A agência de notação financeira salientou ainda a redução "significativa" do crédito malparado e a perspetiva de que, apesar do abrandamento, a economia portuguesa deverá crescer acima da média da zona euro.

LER MAIS:

- DBRS sobe perspetiva de Portugal para positiva. Rating mantém-se

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de