Novo Banco bloqueia transferência do Governo de Maduro para o Uruguai

O banco português suspendeu a transferência de fundos do governo liderado por Nicolás Maduro.

O Novo Banco suspendeu uma transferência de fundos do Governo de Nicolás Maduro para o Uruguai, anunciou esta terça-feira o deputado venezuelano Carlos Paparoni, citado pela Reuters. Contactado pela TSF, o banco liderado por António Ramalho não comenta.

O congelamento da operação financeira acontece um dia depois de o presidente interino Juan Guaidó ter pedido aos países para ajudarem os venezuelanos a manterem o dinheiro no país.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, denunciou esta segunda-feira que o Presidente Nicolás Maduro terá tentado transferir 1,2 mil milhões de dólares (1,05 mil milhões de euros) para o Uruguai.

"Estão (o Governo venezuelano) a tentar transferir o dinheiro de uma das contas do Bandes (Bando de Desenvolvimento Económico e Social da Venezuela) para o Uruguai", disse aos jornalistas.

Por outro lado, Guaidó fez um "apelo ao Uruguai" para que "não se preste a que roubem parte do dinheiro" da Venezuela.

"Podemos estar a falar de entre 1.000 e 1.200 milhões de dólares (entre 877 milhões e 1,05 mil milhões de euros), que estariam tentando enviar para o Bandes Uruguai. Esta informação chega-nos de um círculo de altíssimos funcionários que neste momento estão a passar para o lado certo, o da Constituição", afirmou.

LER MAIS:

- Guaidó acusa Maduro de tentar transferir mais de mil milhões de dólares para o Uruguai

- Maduro recolhe assinaturas por "onda pacifista" contra as ameaças norte-americanas

- Grupo de Operações Especiais da PSP impedido de desembarcar em Caracas

- "Dia histórico!" Guaidó agradece o apoio dos países europeus

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados