Petrolíferas dizem que lei obriga a aumentar gasóleo e gasolina em 2017

Em janeiro de 2017, o combustível vendido em Portugal terá de ter 9% de biocombustíveis na sua composição. Obrigação legal, prevista desde 2010, vai aumentar os preços.

O aumento da percentagem obrigatória de biocombustíveis no gasóleo e na gasolina em Portugal a partir de janeiro vai aumentar os preços. A Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas (APETRO) não tem dúvidas em dizer que o cenário é inevitável, a não ser que se mude a lei.

Os valores exatos destes aumentos ainda não são certos, pois tudo depende da evolução dos preços das matérias-primas nos mercados internacionais, mas António Comprido admite que deverão variar entre 1 a 2 cêntimos, mais no gasóleo do que na gasolina.

O secretário-geral da APETRO explica que é a lei que, na prática, obriga a aumentar os preços a partir de 2017

00:0000:00

O aumento dos preços dos combustíveis é esta terça-feira capa no jornal Público. À TSF, o responsável da APETRO explica que a lei que prevê mais biocombustíveis no gasóleo e gasolina foi publicada há seis anos e o aumento dos preços em 2017 já é, há muito, esperado por este sector económico.

António Comprido admite que podem existir mudanças até janeiro

00:0000:00

A partir de janeiro o gasóleo e gasolina em Portugal têm de ter 9% de biocombustíveis. Até agora era apenas 7,5% e a APETRO recorda que os biocombustíveis são mais caros do que os tradicionais combustíveis minerais, o que aumentará o preço para o consumidor final.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de