Preço das casas sobe 32% na Avenida da Liberdade

É a zona imobiliária mais cara de Portugal e os preços não param de crescer. O preço por m2 na Freguesia de Santo António, em Lisboa, já é 4532 euros.

Os dados publicados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística mostram que Lisboa continua a ser a zona mais cara do país, com um preço mediano de 2.877 euros por m2 e, dentro da cidade, as freguesias de Santo António, Misericórdia, Santa Maria Maior, Avenidas Novas e Estrela, registaram preços medianos de venda de alojamentos superiores a 3.500 €/m2.

Ou seja, "Santo António (4.532 €/m2) - que inclui a Avenida da Liberdade e áreas adjacentes -, Misericórdia (3.998 €/m2) - que inclui a área do Bairro Alto e do Cais do Sodré -, Santa Maria Maior (3.825 €/m2) - que inclui a área do Castelo e Baixa/Chiado - e, adicionalmente, face ao trimestre anterior, as freguesias Avenidas Novas (3.565 €/m2) e Estrela (3540 €/m2)," pode ler-se no boletim do INE com as "Estatísticas do Preço da Habitação ao nível local", relativo ao terceiro trimestre de 2018.

Face ao mesmo período do ano passado a Freguesia de Santo António viu aumentar o preço do alojamento de 3.425 €/m2 para 4.532 €/m2, uma subida de 32%.

Neste terceiro trimestre de 2018 houve 42 municípios, localizados maioritariamente no Algarve e na Área Metropolitana de Lisboa, apresentaram um preço mediano de venda de habitação superior ao valor nacional.

O município de Lisboa (2.877 €/m2) registou o preço mediano mais elevado do país, logo seguido de Cascais (2.167 €/m2), Oeiras (1.878 €/m2), Loulé (1.870 €/m2), Lagos (1.755 €/m2), Albufeira (1.683 €/m2), Tavira (1.630 €/m2) e Porto (1.525 €/m2).

Além do preço mais elevado do país, a cidade de Lisboa obteve o maior crescimento face ao período homólogo (+24,3%).

No Porto, o aumento do preço da habitação foi de 21,6% e a freguesia da cidade com o preço da habitação mais elevado foi a União de freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (2.250 €/m2).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de