Primeiras conversas sobre futura gestão da STCP

O Governo e as autarquias cruzadas pelas linhas do Metro do Porto e da STCP reúnem-se esta segunda-feira para falar do futuro da empresa de autocarros e elétricos.

A gestão autárquica do sistema de transportes é o ponto central desta reunião que junta os presidentes de Câmara do Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Valongo, Maia e Gondomar (concelhos onde a STCP opera) e o Presidente do Conselho Metropolitano do Porto, Hermínio Loureiro.

Eduardo Vítor Rodrigues explica os desafios da gestão autárquica da STCP

00:0000:00

O Governo anunciou que a gestão da empresa de transportes vai passar para as autarquias, sem passivo. Os autarcas devem agora começar a acertar o modelo de gestão, que deverá passar por uma concessão, delegação ou por uma empresa intermunicipal.

Numa reunião recente da Câmara de Valongo, o presidente da Câmara José Manuel Ribeiro disse ter muitas dúvidas de que seja possível ao Estado entregar a gestão da STCP aos municípios. O autarca socialista dá o exemplo do seu concelho que "não tem os milhares que a empresa precisa".

Já Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara de Gaia, aplaude a iniciativa. Na opinião do autarca, há obstáculos que precisam de ser ultrapassados para que a ideia seja concretizada. Eduardo Vítor Rodrigues lembra que a STCP é neste momento "uma empresa desestruturada".

.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de