Recorde negativo. Caixa com prejuízo de 1900 milhões de euros

O banco público teve em 2016 um resultado líquido negativo de 1900 milhões de euros. A TSF sabe também que o valor não deverá assustar o governo: o plano de recapitalização até prevê um cenário pior.

1900 milhões de euros é o prejuízo recorde que Paulo Macedo vai apresentar nesta sexta-feira ao país. A TSF sabe que o resultado líquido negativo, o pior de sempre na história da instituição, não obriga o banco, no entanto, a alterar o plano de recapitalização, que já previa um prejuízo desta ordem de grandeza.

O valor deverá ter ficado a dever-se em grande medida ao reconhecimento de imparidades - diferenças no valor de ativos que foram registados com determinada avaliação mas que afinal valem muito menos do que isso. Na banca este tipo de situação acontece sobretudo nos créditos que correm mal e que tinham como garantia, por exemplo, imóveis que desvalorizam ou expectativas de desenvolvimento, no caso das empresas, que não se concretizam - de cada vez que uma empresa vai à falência, os seus créditos junto da banca ficam normalmente, em parte ou no todo, por pagar.

Hugo Neutel teve acesso às contas da Caixa

00:0000:00

A TSF sabe que o valor não assusta o governo, dado que por muito alto que seja, ele já estava previsto no plano de recapitalização, que até contempla um cenário ainda pior: na estratégia montada ainda por António Domingues - e que vai ser concretizada por Paulo Macedo - estimavam-se imparidades de 3 mil milhões de euros.

O anterior recorde de resultados negativos da Caixa Geral de Depósitos aconteceu em 2013, quando a instituição registou um prejuízo de 579 milhões de euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de