Apoiantes de Paulo de Morais conformados com resultado "muito aquém" do esperado

Paulo de Morais chegou à sede da sua candidatura pouco antes das 19:00. Fez uma declaração duas horas depois quando estavam contados perto de 95% dos votos.

Mais de duas dezenas de apoiantes aguardaram serenamente a declaração de Paulo Morais. Quando o candidato desceu do primeiro andar da sua sede na rua das Flores, na baixa do Porto ouviram-se aplausos durante quase 1 minuto.

Ao longo da noite , enquanto os votos iam sendo contado, foram-se vendo rostos fechados de apoiantes que se mostraram conformados. A exceção foi um homem de meia-idade que, ironicamente, disse a quem o rodeava que " o país está muito bem. Não há motivos para desagrado".

Inicialmente, os jornalistas foram informados que Paulo de Morais falaria pouco depois das 20:00. Mais tarde, essa declaração foi remetida para depois das 21:00. Um adiamento justificado com as projeções que apontavam para "um resultado indefinido".

Por volta das 21:30, quando era já claro que a votação de Paulo Morais rondaria os 2%, o candidato apareceu perante os jornalistas e apoiantes. Admitiu que "resultado ficou aquém, muito aquém. Esperava um resultado mais substancial". Ainda assim, defendeu que a sua candidatura "conseguiu marcar a agenda da campanha eleitoral. O tema central foi o combate à corrupção".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de