Presidenciais 2016

Cândido Ferreira tem dúvidas sobre a formação académica de Sampaio da Nóvoa

Numa carta aberta dirigida ao antigo reitor da Universidade da Lisboa, Cândido Ferreira diz que não é claro que Sampaio da Nóvoa tenha concluído alguma licenciatura em Portugal, assim como também não é clara a forma como subiu na hierarquia da Universidade de Lisboa. Nóvoa já respondeu.

Cândido Ferreira esclarece que não está a fazer nenhuma acusação, apenas a manifestar dúvidas.

PUB

Na carta aberta dirigida a Sampaio da Nóvoa, o antigo líder da distrital socialista de Leiria explica que o curso frequentado por Sampaio da Nóvoa na Escola Superior de Teatro e Cinema, nos anos 70, não é equiparado a uma licenciatura. Mas não é só isso o que está em causa.

Também há a questão da "conclusão ou não conclusão do curso e como é que alguém que saiu daqui aparentemente sem um curso de repente aparece a tirar um curso superior" na Suíça. Pode ter havido alguma equivalência, mas era conveniente que tudo isso fosse explicado".

Cândido Ferreira considera que também precisa de ser esclarecida uma frase que atribui a Sampaio da Nóvoa numa entrevista ao Jornal de Negócios, em 2010. Segundo o antigo dirigente socialista, o seu adversário nestas eleições terá dito na altura que chegou a vice-reitor "sem nunca ter entrado no prédio".

Divulgadas as dúvidas, Cândido Ferreira espera esclarecimentos de Sampaio da Nóvoa. Se isso não acontecer teme que possa ser "ferido de forma muito grave um mandato se porventura o povo português lho vier a atribuir".

Nóvoa responde

A meio da tarde desta 5ª feira, Sampaio da Nóvoa foi confrontado pelos jornalistas sobre estas dúvidas de Cândido Ferreira.

"Já me disseram que todos os dias tem havido acusações diferentes. Não vou responder a nenhuma, são tão absurdas que não fazem nenhum sentido", disse Sampaio da Nóvoa durante a visita a uma fábrica de moldes, na Marinha Grande.