"Não vou desistir. Não desistam. Contem sempre comigo"

Foi esta a principal mensagem da pequena declaração de Marisa Matias, comentando os resultados das Presidenciais que lhe dão uma votação que a posiciona no terceiro lugar da corrida a Belém.

Debaixo de uma enorme ovação, Marisa Matias começou por dar os parabéns a Marcelo Rebelo de Sousa. Marisa disse depois que "há uma enorme onda de esperança", e continuou dizendo que " não esquecerei as pessoas que, na rua, se dirigiram a mim e me confessavam os seus problemas. Não desistam que eu também não vou desistir".

Marisa Matias assumiu depois que "um dos objectivos da nossa campanha era conseguir uma segunda volta e esse objectivo não foi cumprido". A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda disse também que "os resultados mostram também que há uma enorme onda de esperança no nosso país e que está a fazer o seu caminho".

Sempre muito aplaudida pelas pessoas que enchiam o salão jardim do Coliseu do Porto, Marisa acrescentou que "durante esta campanha milhares de pessoas falaram-me dos seus problemas, das suas vidas, das suas lutas. Muitas delas me pediram que não me esquecesse delas e que nunca desistisse". Marisa Matias continuou dizendo, "quero aproveitar esta ocasião para lhes dizer que nunca as esquecerei e que nunca vou desistir". A eurodeputada terminou a sua declaração dizendo" comigo podem contar sempre. Juntos vamos conseguir. Estou segura disso".

Da noite eleitoral ficam também as declarações de Catarina Martins, a porta-voz do Bloco de Esquerda. Agradeceu à candidata dizendo, "Obrigado Marisa. Que grande campanha!".

Catarina Martins acrescentou que a, "candidata mobilizou da esquerda à direita, mobilizou na abstenção, mobilizou todas as pessoas que não desistem do pais" e com isso conseguiu, de acordo com a líder do bloco "o maior resultado numas presidências, à esquerda, o maior resultado à esquerda da área política do Bloco".

Numa crítica clara ao posicionamento do PS nestas eleições, Catarina Martins disse ainda que " a vitória da direita nestas eleições é uma derrota para a esquerda, da qual devemos tirar lições. A ambiguidade não mobiliza ninguém e a desistência é sempre o pior dos caminhos. Nunca é o caminho do Bloco de Esquerda". A porta-voz bloquista acrescentou que o Bloco "mudou o mapa político em Portugal e que é uma força fundamental para a política nacional e que está a crescer".

No final, fica a sensação de que Marisa Matias marca uma posição à esquerda e de que uma esquerda que vá além do Bloco, terá nela uma forte aposta para lutas futuras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de