Como combater o discurso de ódio online? Há um manual que ensina

A Comissão Europeia está a financiar projetos que combatam o discurso de ódio na Internet e anunciou a publicação de um código de conduta para lidar com discursos ilegais de incitação ao ódio online juntamente com plataformas de redes sociais.

O Instituto Português do Desporto e Juventude disponibilizou uma versão portuguesa do manual, desenvolvido pelo Conselho da Europa, destinado a combater o discurso de ódio na internet.

O grande objetivo do manual é chegar a professores, alunos e pais com dicas práticas sobre o que fazer e não fazer em caso de bullying e discursos de ódio na internet.

O cyberbullying ou as mensagens de ódio que chegam através das redes sociais fazem parte de uma realidade que chega a cada vez mais europeus. De acordo com uma sondagem do Eurobarómetro de 2016, 75 % dos inquiridos que acompanham ou participam em debates nas redes sociais foram vítimas de insultos ou assistiram a discursos de ódio.

As intimidações têm ainda mais impacto porque rapidamente se podem tornar virais com efeitos arrasadores para a vida de muitas pessoas, com as vítimas a terem muita dificuldade em controlar a partilha de informação.

A Comissão Europeia está a financiar projetos que combatam o discurso de ódio na Internet. Juntamente com o Facebook, a Microsoft, o Twitter e o YouTube anunciaram a publicação de um código de conduta para lidar com discursos ilegais de incitação ao ódio online.

"Sabia que? Tudo o que precisa de saber sobre a União Europeia" faz parte do projeto da TSF A Hora da Europa, com o apoio do Parlamento Europeu.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados